O governador Camilo Santana anunciou, na noite desta terça-feira (28), que amanhã começa o procedimento de recebimento dos cartões de vale-alimentação para 423 mil alunos da rede estadual de ensino. Com valor de R$ 80, o benefício é uma das medidas sociais adotadas pelo Governo do Ceará nesse período de pandemia de coronavírus. Governador disse ainda que fez uma nova compra de 50 respiradores em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, além de aguardar o recebimento de outros 50, já empenhados e retidos em São Paulo pelo Ministério da Saúde.

Vale-alimentação

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), inicia, a partir de quarta-feira (29), a entrega do cartão vale-alimentação para os estudantes da rede pública estadual de ensino. A iniciativa garante a segurança alimentar dos alunos no período de suspensão das atividades presenciais nas escolas estaduais.

“Todos os 423 mil alunos receberão seu vale-alimentação, mas os alunos não precisam ir todos aos seus respectivos colégios. Em período de pandemia, a entrega respeitará as normas de segurança sanitária evitando aglomerações, com a distribuição do cartão realizada em cada unidade ensino onde o estudante está devidamente matriculado. Para receber o benefício, os alunos e seus familiares deverão seguir, rigorosamente, o cronograma informado pela escola, que indicará a data e o horário da entrega”, revelou o governador.

Os cartões serão entregues personalizados com os dados de cada beneficiário. Após o recebimento, o estudante terá, automaticamente, direito à primeira parcela do benefício, no valor de R$ 40. A disponibilização da segunda parcela será creditada no dia 29 de maio, e o cartão poderá ser utilizado somente em compras de produtos alimentícios. Saques não são permitidos.

A família receberá as orientações sobre o uso do cartão e informações de produtos não permitidos, como bebidas alcoólicas, por exemplo. A estratégia de uso do cartão vai também beneficiar a economia local, pois os alimentos serão adquiridos em supermercados, mercadinhos, padarias, açougues e outros estabelecimentos do Ceará.

Reunião semanal

O governador falou sobre a reunião semanal que teve com o Comitê Estadual de Enfrentamento ao Coronavírus, formado por 25 órgãos e instituições do Ceará, além dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.
“Discutimos sobre a atual gravidade da situação, quando há uma rápida ocupação dos leitos. Apesar de termos ampliado muito nossa rede pública em quase mil leitos, entre UTIs, enfermarias, e os hospitais de campanha já estarem em funcionamento, a velocidade de contaminação tem sido um motivo de grave preocupação. Continuamos tomando todas as medidas possíveis para evitar o completo colapso do sistema e poder atender nossa população”, informou o governador.
Camilo também disse que, mesmo já com uma compra empenhada de 50 respiradores de uma empresa brasileira em São Paulo, a entrega do equipamento só poderá acontecer com a autorização do Ministério da Saúde. “Para isso entramos com ações judiciais para garantir essa entrega ao Ceará. Importante informar para você essa dificuldade, por isso nós tivemos de ir buscar respiradores fora do Brasil, e hoje mesmo, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, compramos mais 50 respiradores”, explicou.

90 toneladas de EPIs e testes

Outro ponto que o governador lembrou é de que no último domingo (26) chegou à Fortaleza um avião fretado pelo Governo do Ceará com carga de quase 90 toneladas de insumos comprados diretamente da China. O material, adquirido com recursos do Estado, chegou em uma aeronave da Ethiopian Airlines e era composto de equipamentos de proteção individual (EPIs) e testes para detecção da Covid-19. É o mesmo que já está sendo utilizado no Brasil e no mundo, com qualidade garantida. Ao todo o Governo do Ceará adquiriu mais de 270 toneladas de insumos, o que significa que logo outros aviões estarão aterrissando trazendo mais equipamentos.
Governador falou também que a Anvisa já autorizou os testes para detectar a covid-19 em farmácias privadas e lembrou que o crescimento de novos casos tem sido ainda maior que o número de leitos e UTIs criados. “Se a gente continuar a não cumprir o isolamento social, o sistema de saúde entra em estrangulamento, e possivelmente muitas pessoas não serão atendidas, principalmente os casos mais graves”, pontuou.

Fake News

“Cada dia fico mais surpreso e indignado com as fake news que estão praticando aqui no Ceará. Vamos lançar inclusive nesta quarta-feira (29) um site oficial do Governo do Ceará exclusivo para desmentir as notícias falsas que estão divulgando. É muita maldade, temos de deixar a política de lado, e estar juntos para evitar mais mortes, salvar vidas. A propagação de notícias falsas só atrapalham as informações de orientação que estamos passando para a população”, disse Camilo.

Transparência

“Estou no meu sexto ano de mandato, e durante cinco anos fomos nota 10, o Estado que mais foi transparente com suas contas pelo Ministério Público Federal e pela CGU. Portanto procuramos ao máximo possível ser transparentes em cada ação com os recursos públicos do Estado. Em relação à pandemia, estamos juntos com Pernambuco em 1º lugar em transparência nas informações sobre o coronavírus no Brasil. Isso vai passar, mas é preciso estarmos unidos e com a informação correta”, finalizou o governador.
Postagem Anterior Próxima Postagem