Madre Maria Carmelina Feitosa, ou Madre Feitosa, como é conhecida, da Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico, na manhã desta terça-feira, dia 17 de dezembro.

O quadro de saúde, no entanto, é estável. A equipe médica do Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, onde ela está internada, conseguiu dissolver o coágulo. O AVC isquêmico ocorre pela falta de circulação numa área do cérebro provocada por obstrução de uma ou mais artérias.

Padre Antônio Romão, da Basílica Nossa Senhora das Dores, de Juazeiro, estava no Hospital e administrou o sacramento da Unção dos enfermos, deixando-a muito aliviada, segundo a superiora geral da Congregação, Madre Vera Lúcia Alves de Andrade, que foi visita-la, ao fim da tarde.

O bispo diocesano Dom Gilberto Pastana, informado do quadro de saúde da Madre, pede ao povo de Deus que faça orações e preces em favor da plena recuperação dela. “Madre Feitosa é uma religiosa fiel aos seus princípios e que entende que a Educação, sobretudo nestes tempos de individualismo e relativismo, precisa ir além, desenvolvendo competências, habilidade e atitudes que não podem ser apartadas da essência cristã, da espiritualidade e dos valores do Evangelho. Rezemos, então, para que Deus lhe restabeleça a saúde e ela continue a nos inspirar com seu exemplo de vida e de fé”.

Madre Feitosa é quase centenária. Aos 98 anos, completados em setembro passado, é considerada um dos baluartes da educação caririense, a partir da edificação do Colégio Pequeno Príncipe, em Crato, nos idos de 1969.

Natural de Tauá, chegou ao Cariri para cursar o então ensino secundário, no Colégio Santa Teresa de Jesus. Aos 16 anos, decidiu ingressar na vida religiosa, na Congregação de mesmo nome, onde também iniciou ofício de educadora. Atualmente, vive na Casa de Caridade, ligada à Fundação Padre Ipiapina.
Por: Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib