Os tribunais de todo o país dão início hoje (4) à Semana Nacional de Conciliação, que busca resolver conflitos por meio de acordos, sem que seja necessário carregar um processo até uma sentença final, agilizando a resolução de disputas e desafogando o Judiciário.

A conciliação está disponível a todo momento nos tribunais do país, mas na Semana de Conciliação, que é promovida desde 2006 pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), há um esforço concentrado para mediar o maior número de casos possíveis.

No Ceará, o Conselho Nacional de Justiça e Tribunal de Justiça do Ceará, espera formalizar acordos de 939 processos no Estado, entre os dias 4 e 8 de novembro. A iniciativa pretende incentivar a solução de demandas judiciais de forma mais rápida e dessa forma desafogar a Justiça do Estado.

+Semana de Conciliação espera resolver 939 processos entre instituições financeiras e clientes no Ceará
Quem tiver interesse em buscar a conciliação, mesmo que não seja para ser atendido durante a Semana de Conciliação, mas a qualquer momento, pode buscar na página do CNJ na internet o núcleo ou centro de conciliação mais próximo.

Durante a semana, que termina na sexta-feira (8), são atendidas disputas já judicializadas que foram pré-selecionadas pelos tribunais ou incluídas no mutirão após procura antecipada por uma das partes. No ano passado, foram atendidas 2,984 milhões de pessoas em todo o país, num total de 714.278 acordos efetuados.  


Ceará agora

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib