Seminário Negras e Negros no Ceará: escritas, ativismos e sociedade aberto na URCA



Com objetivo de recuperar trajetos históricos, sociais, culturais e acadêmicos de negros e negras no Ceará, foi aberto oficialmente nesta terça-feira (06/08), o Seminário Negras e Negros no Ceará, com o tema “escritas, ativismos e sociedade”, no Salão de Atos, Campus Pimenta, na Universidade Regional do Cariri (URCA).

O evento teve início com a apresentação dos membros do GEPAFRO, juntamente com a professora Dra. Telvira da Conceição, coordenadora do grupo, na qual desejaram boas-vindas aos participantes e falaram sobre a importância do seminário para estudantes, professores e pesquisadores na área da história.

Em seguida, o professor Dr. Titus Riedl falou sobre o autor da obra que concebe a programação visual do evento. “É uma homenagem ao Maurício Santos, que teve uma vida extremamente sofrida e era tido especialmente como louco, por alguns, mas ao meu ver, ele era o maior artista decente da região do Cariri”, disse. Após, iniciou a mesa O movimento negro no Ceará: memórias, trajetórias e projetos.

O seminário propõe-se a ser um espaço de debate social e acadêmico, fazer balanços das produções científicas, em diferentes áreas do conhecimento, dedicadas ao tema, abordando memórias e histórias do protagonismo do movimento social negro cearense.
O evento acontece até o dia 08 de agosto e conta com uma programação variada, exposição, apresentações culturais, mesas-redondas, simpósios temáticos, oficinas internas e externas, mostras e debates sobre formas de resistência contra as penalidades do racismo no passado e no presente, caminhos postulados pelo movimento de organização contemporâneo, memórias, indicadores sociais e políticas públicas governamentais.
O seminário é uma realização do Grupo de Estudo e Pesquisa de História, Cultura e Ensino Afro-Brasileiro, Americano e Africano (GEPAFRO), Núcleo de História e Cultura Afro-Indígena e Africana (NIAFRO), Laboratório de Pesquisa em História Social (LABORE), Centro de Documentação do Cariri (CEDOCC), Núcleo de Pesquisa em Cultura Popular/Behetçoho e Programa de Pós Graduação em Letras (PPGL) da URCA, e Grupo de Pesquisa de África Contemporânea da UNILAB.
Acesse o site oficial do evento e fique por dentro da programação: http://cev.urca.br/siseventos/site/isnnc

--
Universidade Regional do Cariri  (URCA)
Seminário Negras e Negros no Ceará: escritas, ativismos e sociedade aberto na URCA Seminário Negras e Negros no Ceará: escritas, ativismos e sociedade aberto na URCA Reviewed by blogdoamauryalencar.blogspot.com.br on 14:22 Rating: 5

Random Posts

3/random/post-list