STF dá 10 dias para Lira explicar anulação de bloco de Baleia

 



O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu dez dias para que o novo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), explique o ato que anulou a distribuição de cargos na Mesa Diretora da Casa. O movimento excluiu partidos como o PT.

Logo após ser declarado presidente, o líder do Centrão anulou o registro do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP) e, com isso, alterou a composição da Mesa Diretora que havia sido definida antes da eleição.

O despacho de Toffoli foi dado em uma ação apresentada pelo PDT. O ministro também pediu parecer à Procuradoria-Geral da República.  


    Veja 

Postar um comentário

0 Comentários