Perdas do comércio em 2020 chegaram a 5,8% no Ceará

 












Comércio ainda sofre os efeitos da pandemia (Foto: FABIO LIMA)
Comércio ainda sofre os efeitos da pandemia (Foto: FABIO LIMA)

Em dezembro de 2020, o volume de vendas do comércio varejista no Ceará caiu 3,3%, na série com ajuste sazonal, após ter crescido 0,4% em novembro. É a queda mais intensa para um mês de dezembro de toda a série histórica, iniciada em 2000. No acumulado do ano, as perdas chegaram a 5,8%, no maior declínio dos últimos quatro anos.

Por outro lado, ante igual período de 2019, a pesquisa mostra que houve crescimento de 3,3% e é a sexta taxa positiva consecutiva neste tipo de comparação. Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio foram divulgados nesta quarta-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa mostrou que o Estado está com mais dificuldade para se recuperar das perdas impostas pela pandemia. O Brasil, apesar de resultado negativo no mês de dezembro (-6,1%), no acumulado do ano, conseguiu fechar em alta de 1,2%.

No Ceará, no varejo ampliado, que inclui veículos, motos, partes e peças e material de construção, o volume de vendas caiu 4,4% em relação a novembro. Mas está 4,2% maior do que igual mês do ano anterior. O acumulado do ano também ficou no vermelho (-5%). 

             O POVO 

Postar um comentário

0 Comentários