Engenheiras mudam o cenário da construção no Cariri

 










Engenheiras mudam o cenário da construção no Cariri (Foto: Divulgação)


A construção civil é muito presente no Cariri cearense, mas você já ouviu falar sobre a construção financiada? A Dual Engenharia é uma empresa que tem como fundadoras duas mulheres engenheiras civis que trabalham com o ramo da construção financiada. 


A construção financiada é uma modalidade de crédito concedida junto à Caixa Econômica Federal. Ela atende em duas situações que podem ser: construção em terreno próprio e aquisição de terreno em construção. A construção em terreno próprio é aquela em que o cliente já tem o terreno e a da aquisição é o que o cliente ainda vai adquirir o terreno para construir a sua casa. 


A Dual afirma que a construção financiada é o melhor meio, pois o projeto é exclusivo trazendo para o cliente o que ele realmente almeja para a sua casa. Além disso, pode chegar a ser 40% mais barato e traz facilidade no pagamento.


Engenheiras mudam o cenário da construção no Cariri (Foto: Divulgação)



A empresa é composta pela engenheira Carmem Almeida e Karolina Alencar que trabalham com o ramo da construção financiada, execução de obras, elaboração de projetos, vistorias, laudos e obras de estruturas metálicas

Mas, o cargo chefe da empresa é a construção financiada que tem como objetivo colocar a construção na mão de profissionais técnicos especializados e promover o projeto habitacional de levar a casa própria para todos os brasileiros. O objetivo desse serviço é popularizar a modalidade de crédito e incentivar as pessoas a terem o seu próprio imóvel.

A engenheira Karolina Alencar fala que desde a faculdade planejava uma empresa, mas tinha receio de começar nesse ramo  por ser mulher no meio da construção civil, profissão essa que majoritariamente é ocupada por homens. Mas, felizmente, viu que a Dual Engenharia por ser comandada por duas mulheres fez com que isso tivesse um grande diferencial e relevância para os clientes. 

A partir disso, elas focaram no Empreendedorismo Feminino na construção civil, a engenheira Carmem Almeida fala que elas tiveram muitos bloqueios antes da empresa, mas que depois que abriram a Dual Engenharia viram que por serem mulheres elas eram mais procuradas pela organização e pelo toque feminino. 


          Blog do Boa 

Postar um comentário

0 Comentários