Decreto municipal proíbe acesso aos locais de banho no açude Orós

 


Açude Orós no Vale do Jaguaribe, no Ceará. — Foto: Wandenberg Belém/Sistema Verdes Mares

Açude Orós no Vale do Jaguaribe, no Ceará. — Foto: Wandenberg Belém/Sistema Verdes Mares



Um decreto municipal proíbe desde segunda-feira (25) a visitação ao açude Orós, no Vale do Jaguaribe. A decisão foi tomada por conta do crescimento de casos de Covid-19 e de óbitos pela doença no município. A interdição segue por tempo indeterminado, segundo a prefeitura.

De acordo com a prefeitura, a cidade acumula desde o início da pandemia 49 óbitos por Covid-19. Somente neste mês de janeiro ocorreram cinco mortes por complicações da doença. No total, são 1.439 casos confirmados da doença. Um grupo de 52 pessoas permanece em isolamento domiciliar e 1.338 estão recuperados. Os dados são do sistema IntegraSus da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa).

As medidas restritivas de acesso às áreas de lazer foram adotadas após reunião na última sexta-feira (22) do Comitê Municipal de Combate ao Coronavírus. “Há preocupação com o aumento de óbitos e dos casos de Covid-19 porque também cresceu muito a presença de turistas no açude”, afirmou a coordenadora da Vigilância Sanitária de Orós, Aurília Aquino.

O decreto municipal que proibiu o acesso de banhistas não afeta o funcionamento dos restaurantes que “ficarão abertos, mas devem cumprir os protocolos de prevenção sanitária”, disse Aurília Aquino. Para a secretária de Saúde do município, Zuíla Maciel, “a medida tem por objetivo reduzir e conter o aumento dos casos de Covid-19”, reforça.


  G1 CE 

Postar um comentário

0 Comentários