De acordo com a Polícia Federal, o esquema de desvio de dinheiro do transporte escolar do Governo do Piauí, causou prejuízo estimado de, ao menos até o momento, R$ 50 milhões na Educação. O valor representa 40% do custo total dos dois contratos investigados entre a Secretaria de Educação do Piauí e empresas do setor, intermediado pela Primeira-Dama do Estado e deputada Rejane Dias (PT), esposa do governador Wellington Dias (PT). Segundo o superintendente da CGU no Piauí, Glauco Ferreira, ainda não é possível calcular o prejuízo total causado pelas fraudes, porque as mesmas empresas ainda mantêm contratos com o governo do estado e prefeituras. 

Via Revista Ceará
(Foto: Reprodução)

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib