O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo, suspendeu o andamento de inquérito contra o deputado Aécio Neves (PSDB-MG) até que ele tenha acesso a delações dos diretores da OAS e da empreiteira Santa Bárbara. Toffoli também cancelou depoimento do deputado que estava marcado para o dia 6 de agosto, destaca O Antagonista. 

De acordo com Toffoli, Aécio está sendo submetido a “constrangimento ilegal” por não ter conhecimento das acusações.O ministro deu 48 horas para que a juíza responsável pelas investigações se pronuncie sobre as alegações do deputado. 


 sobral 24 hs 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib