A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, participou de um bate-papo virtual na noite desta quarta-feira (29). Ela falou sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), aprovado na Câmara dos Deputados semana passada, e destacou a importância da educação básica para construir avanços no Brasil. A conversa virtual foi promovida por Jô Farias, ex-vereadora e ex-primeira-dama de Horizonte.
Izolda destacou a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 15/15 que torna permanente o Fundeb. O documento recebeu voto favorável pela maioria dos deputados federais nos dois turnos de votação na Câmara. O texto agora está no Senado Federal para ser avaliado pelos parlamentares. “Precisamos estar mobilizados e atentos até que o Fundeb seja sancionado”, afirmou a vice-governadora.
No entanto, ela lamentou os obstáculos que o Fundo enfrenta para se tornar permanente. “Penso no ponto que chegamos, em que temos insegurança quanto à aprovação do Fundeb, um ponto em que temos medo que algo aconteça e desencaminhe uma política de financiamento extremamente necessária”, disse.
Para ela, além de fundamentais, os recursos do Fundo precisam se manter vinculados aos resultados educacionais. “Não podemos desvincular esses recursos e ficar com a aplicação a critério de prefeitos e governadores. Acho necessário tanto o financiamento quanto a vinculação, mesmo porque sem educação não temos chance. Sabemos que não é só educação que nos leva a avançar, mas sabemos também que sem educação não temos como avançar”, concluiu.

Primeira-infância

Izolda Cela também relembrou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), antecessor do Fundeb, e apontou avanços que o novo modelo trouxe. “O Fundef veio para financiar o ensino fundamental. Na época, vi como um absurdo não haver um olhar também para a primeira infância, por exemplo”, disse.
Jô Farias contou sobre a experiência desses avanços na educação pública de Horizonte e destacou também a parceria estabelecida com o Governo do Ceará. “Aqui em Horizonte, conseguimos construir nove creches com o apoio do Estado. Com isso, conseguimos dar um salto grande nas matrículas dessas crianças, inclusive ampliando a faixa etária, com crianças menores tendo a oportunidade de ter acesso à sala de aula”, ressaltou.
Com formação acadêmica em psicologia e atuação na área da primeira infância, Izolda Cela apontou a importância do acompanhamento educacional nos primeiros anos de vida.
“É ali onde estão as primeiras interações, uma verdadeira riqueza de possibilidades. Com uma vivência boa nesses primeiros anos, o impacto será positivo em toda a vida: na saúde, em melhores condições para o trabalho, no comportamento social menos violento e mais colaborativo, e até na renda”, finalizou.

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib