Admirador da cultura sertaneja, o artista visual Claudio Lopes tem como diferencial o fato de usar materiais recicláveis na confecção de suas obras. O artista já expôs suas peças em feiras locais e nacionais, e impressiona pela facilidade em trabalhar com barro e madeira. 


 Claudio Lopes transforma pedaços de madeira e materiais que iriam para o lixo em casinhas sertanejas e é apaixonado por miniaturas. O artista já fez uma réplica da estação de Juazeiro do Norte, do trem do Cariri, da casa de farinha e engenho. Ele recria cenas com riquezas de detalhes e, em breve, espera reunir algumas de suas obras em um espaço que está sendo construído próximo a colina do Horto.
Claudio Lopes descobriu o amor pela arte ainda na escola, durante uma feira de ciências. “Tudo começou como uma brincadeira, quando eu fui fazer uma maquete para uma feira de ciências. De lá pra cá, fui aprendendo técnicas e aperfeiçoando o meu trabalho. O barro e a madeira trazem uma história cultural, me faz lembrar as minhas raízes. Quando vejo a casa de taipa, lembro de Luiz Gonzaga, Patativa do Assaré. Eu gosto de valorizar a cultura regional e tudo que está ligado ao sertanejo. Fico feliz em está sendo reconhecido pelo meu trabalho”, comenta Claudio Lopes.
A artesã Claudia Freitas é uma admiradora do trabalho do artista visual, principalmente por ser uma arte sustentável. “Ele transforma materiais simples em verdadeiras obras de artes. Quem vê as peças se impressiona com a riqueza de detalhes. Ele pensa em tudo. Não basta reproduzir as peças em miniatura, ele ainda traz movimento. O trem se movimenta nos trilhos. Ele faz a gente relembrar as nossas raízes de uma forma muito bonita e singela. Espero que mais pessoas possam conhecer e admirar o trabalho dele”, relata Célia Freitas.
Para abrigar algumas de suas peças e ter um espaço apropriado para trabalhar, Claudio Lopes está construindo o seu próprio próprio ateliê, seguindo a mesma proposta de valorização da cultura sertaneja. “Limpei o terreno e, com algumas doações, estou construindo o meu ateliê que têm uma proposta de casa do interior. Quero que, ao entrar no ateliê, as pessoas mergulhem no universo sertanejo. Aos pouquinhos, com o apoio dos amigos, o sonho vai se tornando realidade”, finaliza Claudio Lopes.
Mais informações:
Rua Padre Silvino Nº308
Vila Três Marias – Juazeiro do Norte  

Jornal do Cariri 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib