Uma comissão de vereadores da Câmara Municipal de Tauá entrou com Representação no Ministério Público da Comarca na tarde desta quarta-feira(20), denunciando a existência de merenda escolar vencida em várias escolas da rede municipal. 


O documento encaminhado pelos vereadores, Fátima Veloso, Luis Tomaz, Marco Aurélio, Valdemar Jr., Vony Sousa e Antonio Coutinho, faz um relato da situação, apresentando imagens e informações sobre os lotes de gêneros alimentícios com prazo de validade expirado e os que estão prestes a vencer. Eles também pediram que o MP determine a imediata apreensão dos produtos vencidos e a apuração das responsabilidades.

Tauá ainda não distribuiu a merenda aos alunos 

O MP enviou Recomendação ao prefeito Fred Rêgo no dia 23 de abril, para que a merenda escolar fosse distribuída aos quase 9 mil alunos e apesar da gestão ter acatado a determinação, os kits de alimentos não foram distribuídos, desrespeitando a Recomendação. 

No dia 07 de maio, a Defensoria Pública entrou com uma Ação Civil Pública para que a Prefeitura fosse obrigada a distribuir a merenda escolar e na última segunda-feira(18), o Juiz da 1ª Vara da Comarca de Tauá, Dr. Tadeu Trindade de Ávila, concedeu liminar obrigando ao Município entregar a merenda escolar dos alunos num prazo de 10 dias, sob pena de multa entre R$ 5 mil e R$ 200 mil.

Veja trechos da Representação feita ao MP(Documento completo em link anexo abaixo)

 


Wilrismar Holanda
Postagem Anterior Próxima Postagem