Últimas Notícias

Suspeito de assassinar professora cratense vai a julgamento nesta sexta (24)

Nesta sexta-feira (24), será o julgamento de Elson Siebra de Deus, de 47 anos, suspeito de praticar feminicídio contra sua ex-esposa Silvany Inácio de Sousa, de 26 anos.


 Suspeito de assassinar professora cratense vai a julgamento nesta sexta (24)

Segundo informações, a sessão no juri ocorre a partir das 9h, no Forum do Crato, e contará com 25 jurados, sendo sorteados sete deles para dar prosseguimento ao julgamento. Elson não deve comparecer ao próprio julgamento, a pedido do réu.

Julgamento

Na sequência, ocorrerá a explanação da acusação, e logo em seguida a defesa do réu. Na oportunidade, não haverá interrogatório, pois Elson não se fará presente. Conforme solicitou através de requerimento, o suspeito de assassinar Silvany obteve direito de não comparecer ao julgamento, devendo aguardar a decisão do júri em cárcere.

No momento em que seria dedicado a fala do réu, ocorrerá a exibição de dois depoimentos feitos por este a Polícia Civil e a Justiça, aonde alega ser autor do crime. Elson é julgado por, pelo menos, quatro qualificações, sendo uma delas o feminicídio. Ele pode pegar até mais de 40 anos de prisão, a depender da decisão.
Finalizando o processo, será dada uma hora e meia para pronunciamentos do Ministério Público e da defesa do acusado, onde ao fim ocorre a reunião com o júri e é dada a sentença pelo juiz.

Caso

A professora e moradora do Crato, Silvany Inácio de Sousa,  foi morta a tiros pelo ex-marido durante a festa da padroeira, na Praça da Sé, no dia 19 de agosto de 2018,  sendo que esta já havia registrado um boletim de ocorrência contra ele por ameaças.

A mulher estava com o filho sentada em um dos bancos da praça, quando foi morta a tiros pelo ex-marido, que segundo a polícia, não aceitava o fim do relacionamento. No local estavam diversas famílias, e inclusive, crianças.

O suspeito chegou a se esconder em sua residência, nas proximidades da praça, mas a polícia conseguiu entrar. O homem foi preso e levado para a delegacia. Na casa, após buscas realizadas pela polícia, foram encontradas um revólver, duas espingardas, munições, canivetes e esferas de chumbo.


Badalo