Assembleia Legislativa instala frente parlamentar e anuncia ações para o Setembro Amarelo


 
A Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio realiza a primeira reunião ordinária nesta quarta-feira (14/08), às 9h30min, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa. Na ocasião, o deputado estadual Evandro Leitão (PDT) apresentará as diretrizes da frente e as ações da Casa para o Setembro Amarelo, mês em que se fortalece a sensibilização do tema junto à sociedade em decorrência do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (10 de setembro).
 
A depressão será a doença mais incapacitante do mundo até 2020, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 2018, quatro auxílios-doença foram concedidos no Ceará a cada 24 horas por conta da depressão, segundo informações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) – um aumento de 38,6% entre 2017 e 2018.

Uma das consequências da depressão é o atentado contra a própria vida. A estimativa é que, já no ano que vem, deverá haver cerca de um milhão e meio de suicídios em todo o planeta. O Brasil é o líder na América Latina. Entre 2000 e 2016, houve uma alta de 73% em números de suicídios em todo o País.

O Ceará é o primeiro do Norte e Nordeste e o 5º do País em número de casos de pessoas que tiram a própria vida. Especialistas apontam para o problema da subnotificação para esse tipo de óbito.
“A doença atinge pessoas de todas as classes sociais, idades, gêneros e cores. É preciso falar sobre o assunto de forma responsável para quebrar estigmas e informar como as pessoas podem agir para tratar a depressão e prevenir casos de suicídios”, afirma o deputado Evandro Leitão. “A Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio é uma forma que encontramos para propor políticas públicas e ações concretas para combater o avanço dessa doença em nosso Estado”, complementa.

Da Redação/Com Assessoria